terça-feira, 5 de março de 2013

Outono

Eu não sei por onde andas,
em qual dimensão mora...
Aquelas boas lembranças, são tão boas
mas são só lembranças...
Os ventos de inverno que roubavam seu calor
me trazem vida, uma vida que não é minha.

Tem uma parede de concreto entre nós,
eu penso como é quebrá-la, como é
deitar perto, mas uma vez, de ti...

Talvez esteja frio, talvez esteja tão gélido
quanto essa distância,
ou talvez esteja calor, quente como as
lágrimas que me ganham,
que me roubam qualquer pensamento feliz...

Os sonhos tem sido bons
mas assim que o sol sai voce se vai
e fica só um vazio, uma falta que tento
preencher com qualquer voz
qualquer gosto que seja igual ao seu...
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário