quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

:D

Minha avó ficou em dois mil e doze, junto com ela um dos meus pilares mais fortes, quinto e sexto semestre da faculdade também ficaram, turma de 2009 acabou o curso e eu tenho mais um ano, a sina do amor platônico também se foi, o pior emprego, as mentiras e as acusações falsas também ficaram em dois mil e doze. Pessoas boas se foram, fatos marcantes ocorreram... Era meia noite e então eu me deparei que muitas coisas ficaram pra trás e Deus me deu de presente mais um ano, junto a esse ano tive a melhor virada de ano, uma festa estranha com gente esquisita, gente alegre, gente unida, gente feliz.
Minha garganta secou quando eu senti que ela não estaria aqui, que minha vózinha linda não curtiu o natal de 2012 e nem viu o 2013 chegar, então me perguntei ao ver os fogos estourarem se algum dia ela já viu eles da beira da praia, fiquei com  muita raiva por só pensar aquilo depois de ela ter ido, fechei os olhos o que eu mais queria era um abraço dela!
Maurício estava ao meu lado, pra senti-lo perto vesti hoje a camiseta que menos gosto dele, mas por ter o cheiro dele nem me importo... Fui tolamente fria em dizer que a virada tinha sido "legal" e me odeio por ter de escutar "eu esperava mais" :/ quantas e quantas vezes eu esperei mais e denovo vejo o quanto deixo a desejar, mal sabia meu lindo que depois de tantos anos ocos e sem vida, sem objetivo nenhum, sem nenhum questionamento de virar ano eu amei ver o novo ano chegar nos braços dele, sentir o beijo dele, e abraçá-lo com toda minha força e desejar nunca mais perdê-lo. Tudo vale a pena ao lado dele, cada minuto de seriedade, de rebeldia e de teimosia é bom, cada audácia minha, cada ousadia é doce se for com ele e quando ele me toca eu sinto a sintonia, os olhos dele brilham e eu não consigo não sorrir.
Entre perdas e ganhos, ganhei um anjo e um grande amor, assim como sempre pedi.
Vó eu te amo muito!
Mau, meu grande amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário