quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Abraços e Vinhos

Descobri a pouco que como o vinho o nosso abraço pode também ficar melhor quando acrescentado tempo e paciência, pois muitos dos nossos preciosos anjos terminam se afastando quado encontram outras vidas para iluminar, digo, nossos amigos. 
Como é precioso aquele abraço apertado dado na pessoas tão esperadas após um mês sem se ver. Como é especial aquele sorriso visto ao vivo, aquelas palavras que demonstram o quanto você é especial por alguém, é nessas horas que o dinheiro nem fala... Talvez a distância seja a dispensa que deixa os abraços envelhecerem e ficaram mais deliciosas aos bom degustadores, e assim seja encontrado o lado bom da distância, sendo uma pessoa positiva sempre me perguntei onde estava este lado e a pouco tempo o encontrei. Confesso que foi preciso existir a distância em minha vida, a distância de tudo que me fazia muito bem para que eu descobrisse o quanto eu era grande e aprendesse a manter enorme o carinho por essas coisas, pessoas, ambientes, familiares. As vezes eu vejo tantos reclamarem por uma situação mas é inevitável perceber o quanto os faz bem passar por isso ou aquilo. Tudo que nos surge e nos faz pensar mais, deixar nosso coração mais apertado vem para nos educar, nos ensinar a viver, a amar e saber dar mais valor na hora de aproveitar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário