sábado, 29 de outubro de 2011

E eu...

Não voltaria nem um minuto se quer no tempo
e mesmo sabendo que de certas coisas eu me arrependo
eu não voltaria para diferir em algum ato
pois se estou aqui deveras ser o lugar certo para eu estar.
Esse segundo, esse minuto, por isso tudo
eu tive que lutar, correr, me desdobrar e muito
nada até aqui foi de graça, não tive muito descontos
aprendi ser educada na marra, aprendi me virar sozinha
mesmo sabendo que por uma enorme família sou amada.
Mas eu tenho noção de que na hora que eu deitar minha cabeça
no travesseiro será somente eu
os meus sonhos, as minhas realizações e os 
meus desejos.
Metade de mim são lembranças boas e ruins que me ensinaram a crescer
e a outra metade é uma vontade enorme de vencer, de acima de tudo viver.
Sonhe, e sonhe muito grande, mire suas metas sempre nas alturas
nas máximas alturas, pois mesmo errando o tiro ainda assim
estarás acima de muitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário